Como alinhar distribuição e trade marketing para impulsionar vendas

Como alinhar distribuição e trade marketing para impulsionar vendas

Você sabe que as ações de distribuição e trade marketing precisam estar sempre muito bem alinhadas, não é verdade? Afinal de contas, não adianta fazer um belo trabalho de merchandising se o produto não consegue chegar ao PDV e, consequentemente, às mãos do consumidor.

Neste artigo, vou explicar porque a relação entre distribuição e trade marketing precisa estar tão afinada.

Existe uma ligação entre distribuição e trade marketing?

 Claro que sim! As equipes de distribuição e trade marketing precisam andar juntas para que o processo de venda aconteça. Enquanto a distribuição garante a disponibilidade do produto no mercado, o trade marketing procura atender aos anseios dos clientes e dos consumidores finais.

O processo acontece da seguinte forma:

Antes de colocar um produto no mercado, faz-se um estudo cuidadoso e estratégico dos canais de distribuição, pois será por meio deles que o consumidor encontrará o que sua empresa quer oferecer.

Feito isso, os canais devem ser separados em grupos, pois dificilmente todos receberão a mesma quantidade de mercadorias, por conta do porte e fluxo de clientes.

Independentemente da quantidade de produtos recebidos, todos os pontos de distribuição precisam ser acompanhados regularmente. Uma vez que o objetivo da empresa é vender e lucrar, a equipe precisa ficar atenta para que um ponto de distribuição não sofra ruptura e outro tenha pilhas de caixas “encalhadas” no estoque.

Sem a devida atenção outro problema pode ocorrer: o produto estar na loja, mas não na gôndola (ou lugar correto da gôndola) ou ainda constar como estoque e na verdade é um virtual. Essa situação pode ocorrer por falha de execução do varejista, porém, a equipe de trade precisa monitorar tudo isso em parceria com o varejo.

E onde entra o trade marketing?

Ao disponibilizar os produtos nos pontos de venda, a equipe de trade marketing vai dedicar seus esforços para atender às necessidades dos consumidores e estreitar as relações com os canais de distribuição.

Entre as atividades de trade marketing estão: fazer o marketing promocional para aumentar a exposição do produto e o fluxo de venda, manter contato periódico com os clientes para debater novas formas de distribuição dos produtos no interior da loja e desenvolver materiais de merchandising.

Entendeu por que distribuição e trade marketing são tão dependentes um do outro? Sem uma estratégia de distribuição efetiva, o produto não chegará aos pontos de vendas. Com isso, a gestão do PDV fica comprometida e o trade marketing não terá meios de fazer a ponte entre consumidor final e o produto, comprometendo a lucratividade da empresa.

Para que todo o processo entre distribuidor e trade marketing seja realizado sem falhas, é necessário um acompanhamento constante. E, para isso, é possível recorrer à tecnologia. Existem no mercado softwares e aplicativos de gestão bem completos e que atendem bem às necessidades dos gestores de trade marketing.

Um deles é o aplicativo Trade Force, da Accera. Com ele, o gestor acompanha o trabalho de suas equipes de maneira rápida e sem falhas. Todas as informações de campo, como ruptura, estoque virtual e precificação, por exemplo, são dispostas em dashboards completos, facilitando a visualização dos dados e otimizando a tomada de decisões.

Caso queira saber mais sobre as funcionalidades do aplicativo Trade Force, entre em contato com nossa equipe pelo telefone: 11 4800-8888 ou pelo email contato@accera.com.

Gostou do artigo? Como trabalham as equipes de distribuição e trade marketing na sua empresa? Conte para nós aqui nos comentários. Sua participação é sempre bem-vinda! Obrigado e até a próxima!

Deixe um comentário

Your email address will not be published.