3 mudanças importantes no comportamento do consumidor

3 mudanças importantes no comportamento do consumidor

Em momentos de crise, mudanças são sempre necessárias. Com 43% dos brasileiros endividados, muitos tiveram que fazer ajustes no consumo para adequar o orçamento. Isso impactou diretamente o comportamento do consumidor e, consequentemente, o varejo, que acumula retração de 7,9% neste ano com relação a 2015.

Entre as principais mudanças no comportamento do consumidor brasileiro estão a de planejar mais as compras, cortar itens da lista ou até mesmo trocar de marca ou escolher embalagens mais econômicas. De acordo com pesquisa da Nielsen, seis em cada dez brasileiros diminuíram o consumo de produtos de limpeza, higiene e beleza, bebidas, perecíveis e mercearia.

A última edição do Estudo Global Confiança do Consumidor (Nielsen) mostra as principais alterações no perfil de consumo do brasileiro pós-crise. Quase todas giram em torno da busca acentuada por preços menores, afinal como tudo está mais “pesado” no bolso, o shopper passa a ser mais criterioso com relação a preços.

LEIA TAMBÉM: Consumidores demandam por novas tecnologias no varejo

Com isso, uma boa saída para os varejistas tem sido chamar a atenção do consumidor com uma frequência maior de promoções com redução temporária de preço. Outra alternativa é oferecer vantagens do tipo “compre um e leve dois” ou priorizar produtos com embalagens econômicas ou com volume grátis.

Para exemplificar como essas mudanças impactam o varejo, destacamos três mudanças importantes no comportamento do consumidor brasileiro.

1- Procura por outros canais de venda
Na busca por preços menores, o consumidor está procurando outros canais de venda para consumir, com destaque para o chamado Cash & Carry, ou atacarejo, que cresceu 47% no ano passado. Também vale destacar o aumento no interesse por lojas online. Estima-se que o comércio eletrônico expandirá 43% em 4 anos.

2- Redução de idas ao ponto de venda
A instabilidade econômica e o desemprego também fizeram com que o consumidor racionalizasse mais as compras e fosse com menos frequência ao supermercado para poder equilibrar as contas. A última pesquisa da Kantar Worldpanel mostra que os brasileiros fizeram quatro visitas a menos nos pontos de venda em 2015.

3- Consumidor menos fiel
A análise da Nielsen revela que 41% das marcas líderes de mercado retraíram volume de vendas em 2015, sendo que seis das chamadas “top 10” perderam lealdade. Isso acontece porque o consumidor, com o bolso apertado, acaba trocando o produto preferido por outro mais barato, mesmo que isso seja momentâneo. Também é por isso que observamos o aumento no consumo das chamadas “marcas próprias”, que chegam a custar até 55% menos que as líderes.

VEJA MAIS: Fatores que influenciam o consumidor no processo de compra

Comentários (2)

  • Mário Lima Reply

    Amigos,

    Estou gerente regional na região Norte e gostaria de saber, se vcs tem alguma ferramenta de acompanhamento do trabalhos dos promotores de vendas (rastreamento…execução…roteiro)….tenho 25 clientes Distribuidores …e eles tem interesse de conhercer algum softare que tenha uma configuração que possa aumentar a produtividade de seus colaboradores….Fico aguardo….

    30/11/2016 at 13:25
    • Trade Force Reply

      Olá, Mario! Já repassamos o seu contato para a nossa equipe comercial entrar em contato com você. Obrigada pela mensagem. Abraços!

      07/12/2016 at 15:35

Deixe um comentário

Your email address will not be published.