O que é Field Marketing?

O que é Field Marketing?

O que é Field Marketing? Você já deve ter percebido que este termo está se tornando cada vez mais comum no mercado de trade marketing e varejo. O field marketing, na tradução literal, corresponde ao “marketing de campo”. Na prática, podemos dizer que ele é responsável pelas estratégias e ações no ambiente de compra, funcionando como um verdadeiro suporte ao trabalho de vendas e merchandising.

Entre as principais ações do Field Marketing estão o desenvolvimento e o monitoramento de atividades de marketing relacionadas diretamente ao ponto de venda. A ideia central é ter um contato direto com o consumidor, por isso, na maioria das vezes, estas ações são realizadas por promotores de venda ou em conjunto com redes varejistas. Você já deve ter visto, por exemplo, supermercados que dão aulas gratuitas de culinária ou home centers que ensinam marcenaria. Tais ações promovem fidelização à marca e, consequentemente, aumento das vendas.

Diferenças entre Field Marketing e marketing promocional

Você pode estar se perguntando: mas o marketing promocional também realiza ações no ponto de venda. Não são a mesma coisa? Na verdade, a grande diferença entre os dois termos é que o field marketing é algo bem mais amplo, pois não se limita a apenas fazer o merchandising para o público em campo, mas também tem a obrigação de monitorar e medir como tais atividades impactaram os clientes e, respectivamente, as vendas.

As atividades do field marketing, portanto, envolvem tanto o planejamento das ações de campo, como a execução dos projetos, coordenação e treinamento de equipes de vendas e promotores, integração com marcas e varejistas e medição de indicadores e resultados de sell-out.

LEIA TAMBÉM: Planograma: 6 dicas para melhorar a exposição no PDV

Esse novo conceito é mais atual e condizente com a realidade, pois visa integrar dados de performance, tecnologia e capital humano em prol de uma execução mais eficiente e lucrativa. Assim, não basta somente fazer uma ação de marketing no ponto de venda, mas é necessário garantir o cumprimento de metas e, principalmente, o retorno dos investimentos.

Para exemplificar, basta imaginar que houve uma campanha em uma loja para promover o produto de um sabor X especificamente. Porém, a aderência à campanha foi tão boa que o estoque previsto para uma semana acabou em dois dias. Só que ninguém acompanhou a ruptura e não repuseram as mercadorias na gôndola. Conclusão: pensaram que a ação não teve o sucesso esperado quando, na verdade, foi o contrário. Perderam-se muitas vendas por não terem os dados em tempo real.

Sendo assim, podemos afirmar que o uso de tecnologia é um dos grandes pilares para garantir o cumprimento das ações de field marketing. Sem o monitoramento frequente dos indicadores nos pontos de venda é impossível analisar o que, de fato, está gerando ou impulsionando as vendas.

>>> Para saber mais sobre como a tecnologia pode ajudar neste processo, clique aqui.

Vale lembrar que mais de 80% das compras acontecem por impulso, no ponto de venda. Portanto, estabelecer e acompanhar as estratégias de field marketing é investir no relacionamento com o cliente e fortalecer a imagem da marca, o que gera resultados reais no check-out.

LEIA MAIS: Importância dos indicadores de trade marketing para o sucesso das vendas

Deixe um comentário

Your email address will not be published.