Hortifrúti: um segmento para acompanhar de perto

Hortifrúti: um segmento para acompanhar de perto

Quando falamos de varejo e vendas, é importante estar sempre atento a todos os segmentos para saber aproveitar as oportunidades de mercado. Ao pensar nas mudanças nos hábitos de consumo da população em geral, que dá mais valor a produtos e alimentos naturais, o setor de hortifrúti ganha força.

Sendo o setor hortifrúti composto por frutas e verduras, basicamente, este também tende a crescer, já que são o mais claro exemplo de alimentos saudáveis. É pouco provável encontrar uma boa dieta recomendada pelos nutricionistas que não contenha em sua grande maioria produtos vindos de hortifrúti.

Estes hábitos saudáveis estão cada vez mais presentes graças à nova geração de consumidores, os chamados millennials – jovens entre 18 e 34 anos de idade –, que se preocupam cada vez mais com o bem-estar e qualidade de vida. Prova disso é também a ascensão do mercado vegano – baseado em produtos sem origem animal –, que cresce em média 40% ao ano somente aqui no Brasil.

Como alavancar o setor hortifrúti?

Dentro dos supermercados, o segmento hortifrúti representa cerca de 10% das vendas totais, de acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC). Portanto, tomar um cuidado especial com esta área é uma ótima maneira de manter o faturamento em alta.

Uma prática já comum dentro das grandes redes é fixar um dia da semana no qual as promoções são voltadas ao setor e, desta maneira, o consumidor já vai ao supermercado sabendo que encontrará preços atrativos entre os legumes, frutas e verduras.

Tratando-se de produtos mais sensíveis, é importante também tomar diversas precauções para tornar o setor de hortifrúti especial. As boas práticas devem aparecer desde a armazenagem, corte, preservação até a exposição. Seguidas à risca, certamente deixarão o cliente mais satisfeito na hora da compra.

A exposição dos produtos também é outro fator de extrema importância. Lembre-se que as pessoas primeiro comem com os olhos! Portanto, frutas, legumes e verduras precisam estar organizados, com aspecto de limpeza, tirando da gôndola aqueles itens já “passados”. A precificação também é muito importante, logo, se possível, coloque no PDV todo material de merchandising necessário para atrair o consumidor para a compra.

Já quanto às perspectivas de mercado, as estimativas atuais indicam que a safra de verão de 2018 será promissora, principalmente para as hortaliças, de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Uma ótima notícia para o varejista com relação ao preço de custo dos produtos.

Sabendo disso, é importante dar a devida importância ao segmento de hortifrúti dentro do varejo, aproveitando todo o potencial do setor para expandi-lo cada vez mais e gerar maior lucratividade para a loja!

Gostou do artigo? Continue no blog, deixe seu comentário e compartilhe em suas redes sociais! Obrigado e até a próxima!

Comentários (2)

  • Jullio Reply

    Boa tarde Rodrigo,
    Talvez seja importante destacar que “”os itens já “passados”” retirados da gôndola não são alimentados passados, muitas vezes eles retiram itens que estão bons para o uso, mas por ser “feio”, eles acreditam que o alimento não será aproveitado. Dentro dessa lógica, eles possuem um empregado para fazer exatamente esse serviço retirar esses itens feios da gôndola. O que não é uma prática socialmente aceita e muitas vezes não percebida, e por ser uma empresa grande, ocorre também uma imensa falta de responsabilidade social, pois esses alimentos acabam sendo descartados, enquanto milhares de pessoas passam fome etc. Falta um projeto social capaz de preencher essa lacuna, ou o incentivo aos próprios consumidores pra que eles entendam que esses produtos podem sim ser consumidos.

    24/01/2018 at 13:50
    • Trade Force Reply

      É verdade, Jullio. É preciso que os varejistas estejam mais atentos a essa questão, inclusive por razões sociais! Obrigado pelo comentário.

      26/02/2018 at 14:07

Deixe uma resposta para Jullio Cancelar resposta

Your email address will not be published.