Principais indicadores de produtividade no PDV

Principais indicadores de produtividade no PDV

Fazer a gestão de equipes externas não é uma tarefa simples, e ainda mais quando falamos de varejo. Por isso, obter indicadores de produtividade em campo é essencial para melhorar ou mesmo reconhecer o desempenho das equipes no ponto de venda.

Primeiramente, os indicadores de produtividade, também conhecidos como KPI’s, (Key Performance Indicator), são métricas relacionadas ao desempenho do profissional em determinada área.

Entre os principais indicadores de produtividade estão aqueles relacionados à Efetividade, Qualidade e Capacidade.

A efetividade diz respeito à realização dos objetivos estabelecidos. Neste ponto é extremamente importante deixar bem claro para sua equipe quais são as tarefas e as metas a serem cumpridas. Isso inclui desde um aumento nas vendas até a redução de despesas, como por exemplo desperdício de papel, ou atingir um número X de cadastros de clientes.

Mas para alcançar bons índices de efetividade é preciso que o gestor esteja bem alinhado com a equipe. Treinamentos e campanhas motivacionais também podem ajudar.

Outro indicador de produtividade levanta a questão de qualidade, já que além de cumprir metas, é necessário alcançá-las de maneira correta, de modo a gerar satisfação do cliente e fidelização à marca.

Uma boa maneira de verificar a qualidade dos serviços prestados é solicitar dados e informações de campo, ou mesmo fotos ou vídeos, gerando um checklist a ser cumprido pelos promotores de vendas que deve ser enviado ao supervisor.

Já o indicador de capacidade está relacionado à quantidade de trabalhos realizados, de acordo com o número de colaboradores da equipe. O tempo de cada visita, a duração do deslocamento entre pontos de venda e o período de realização de cada atividade devem ser medidos.

Como obter indicadores de produtividade

Quando falamos de equipes que atuam em campo, ou seja, em diferentes locais, esses indicadores de produtividade são mais complexos de se obter, pois muitas vezes o gestor não tem contato pessoal frequente com promotores, vendedores e consultores, nem consegue acompanhar a rotina diária destes profissionais externos.

Hoje, com a ajuda da tecnologia, aplicativos como o da Trade Force são capazes de levantar todos os indicadores de produtividade dos times que atuam em campo.

Com um smartphone com o sistema da Trade Force, os promotores fazem visitas periódicas aos varejistas seguindo um roteiro preestabelecido pelo gestor. Ao chegar em cada loja, ele deve fazer o check-in de entrada, coletar todos os dados solicitados, tais como preço, concorrência, estoque, ruptura etc., em um formulário específico de preenchimento prático e rápido.

Todo o trabalho efetuado durante a visita, como colocação de materiais de merchandising e promoções, checagem de estoque virtual, reposição de gôndola, validação de pontos extras e auditorias, podem (e devem) ser registrados com fotos pelo próprio aplicativo.

Ao final da visita, é só fazer o check-out e seguir o roteiro, repetindo o procedimento no próximo varejista.

Um dos pontos mais importantes é que as informações coletadas em campo ficam disponíveis ao gestor em tempo real. Assim, é mais rápido corrigir falhas operacionais e de execução em campo, além de medir com muito mais eficiência os indicadores de produtividade dos times de promotores, técnicos, representantes ou vendedores.

O que fazer com os indicadores de produtividade?

Com todas essas informações em mãos, a elaboração de estratégias e controle de rendimento da sua equipe fica muito mais fácil e assertivo. Conhecer a situação real dos promotores de venda em ação é um fator fundamental para criar metas, motivá-los e saber como aumentar a produtividade, afinal é para isso que servem os indicadores.

LEIA TAMBÉM: Importância dos Indicadores de Trade Marketing no sucesso de vendas

Outra vantagem de usar o aplicativo da Trade Force para gerenciar os times em campo é a facilidade de controlar as rotas dos promotores e a flexibilização da agenda, sendo possível redirecionar a equipe para atender a uma demanda específica ou corrigir uma falha pontual, de acordo com a necessidade.

O resultado de poder medir e avaliar os indicadores de produtividade é contar com uma equipe externa mais motivada e comprometida, além de reconhecer o desempenho dos colaboradores e solucionar eventuais problemas do ponto de venda com maior rapidez e eficiência.

Gostou da nossa solução? Se quiser conhecer de perto essas e outras facilidades do aplicativo Trade Force, entre em contato com nossa equipe e agende uma consultoria neste link. Se tiver alguma dúvida ou quiser deixar o seu comentário, escreva para a gente!

Até o próximo artigo!

 

Deixe um comentário

Your email address will not be published.