Tecnologia para prevenção de perdas no varejo

Tecnologia para prevenção de perdas no varejo

O índice de 6% de queda nas vendas no último ano, segundo o IBGE, mostra a importância cada vez maior em ter uma estratégia bem definida não só para aumentar o “ritmo” no checkout, mas também para fazer uma efetiva prevenção de perdas no varejo. É preciso a todo custo evitar rupturas, estoque virtual, furtos, danos e devoluções.

Sabemos que não é nada fácil fazer um trabalho consistente de prevenção de perdas. O ponto mais importante é identificar quais são as reais causas dos problemas e em quais processos estão ocorrendo gargalos e falhas que prejudicam a lucratividade tanto das indústrias como dos varejistas.

Dentre os itens de maior gravidade, sem dúvida, está a ruptura, ou seja, não ter o produto disponível para a venda – seja por conta de avarias nas embalagens, falhas na reposição da gôndola ou descumprimento na entrega do fornecedor. Só para se ter ideia, no final do ano passado o índice de ruptura em supermercados no Brasil chegou a 9,36%, segundo dados da NeoGrid/Nielsen, um número ainda bastante alto.

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE RUPTURA NO VAREJO

Mas não é somente a ruptura que precisa de atenção. Erros de precificação ou no cadastro de produto, mercadorias danificadas ou vencidas, furtos, movimentação inadequada de SKUs, falhas na operação do checkout, falta de auditorias e inventários deficientes também contribuem para um mau resultado.

Mesmo diante desse cenário, muitas indústrias e varejistas ainda realizam todo esse trabalho de prevenção de perdas no varejo manualmente ou, ainda, utilizam softwares paralelos, que não foram desenvolvidos para esta finalidade, o que acaba dificultando o processo ou trazendo dados pouco confiáveis. Por isso, contar com uma tecnologia que automatize a gestão do ponto de venda é fundamental para identificar problemas com maior rapidez e reduzir os prejuízos.

Aplicativo para smartphones pode ajudar na Prevenção de perdas no Varejo

Hoje, existe até mesmo aplicativo para smartphones, como o da Trade Force, capaz de captar em tempo real dados como ruptura, estoque virtual, volume de vendas, preço, concorrência, ações de merchandising e muitos outros indicadores. Assim, monitorar a loja diariamente, realizar inventários e controlar a disponibilidade dos produtos em gôndola e no estoque tornaram-se ações rápidas e práticas. Com apenas alguns cliques, os colaboradores em campo conseguem levantar todas as informações necessárias para uma boa gestão.

Todo o sistema é bastante intuitivo. O aplicativo é instalado nos smartphones dos promotores de venda que irão preencher um relatório com os indicadores preestabelecidos pela indústria ou varejista. As informações coletadas vão para relatórios e dashboards customizados, de onde se tem uma visão estratégica do PDV, ficando muito mais pontual corrigir erros e prevenir perdas de venda.

Para saber mais sobre as funções do software da Trade Force, basta solicitar uma demonstração com a equipe comercial. Clique aqui e agende uma visita.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.